| 0 comentários ]


Mais uma vez temos uma entrevista, a quarta do blog. Espero que gostem, e obrigado ao Francisco pela contribuição!




Nome completo e idade?

Chamo-me Francisco Alves. Tenho 13 anos.

A tua localização geográfica está relacionada com o facto de apoiares o Porto?

Podia estar, mas não é esse factor que me leva a apoiar incondicionalmente o Porto. Desde pequeno que sou portista, e não me arrependo de ter feito essa 'escolha'. Talvez tenha tido como influência a família, onde todos são portistas. Mas lembro-me de assistir a jogos de Porto, Benfica e Sporting, e serem sempre as partidas dos primeiros que me suscitavam interesse e emoção.

Com a maior das imparcialidades, qual é a equipa que está a praticar melhor futebol no nosso país?

Penso que é o Sporting Clube de Portugal. É a equipa que espalha mais magia, mais perfume em campo. E isto acontece essencialmente quando Domingos toma as decisões corretas, e quando a equipa está num dia bom, que também costuma ser preciso no conjunto de Alvalade. Mas penso que nesta época o Sporting conseguiu solucionar um dos seus maiores problemas: as alas e dinâmica nelas imprimida. Com elementos como Jeffrén, Capel, Carrillo... foi adquirida velocidade, polivalência, técnica, que permitiu aos leões um futebol muito melhor jogado. Aspectos que mais beneficiam os excelentes jogos dos leões: meio-campo criativo, ataque em abundância, flancos bem abertos e dinâmicos e a sintonia de equipa. Quanto a Porto e Benfica, os dragões têm praticado um futebol paupérrimo este ano, ao contrário dos 'encarnados' que também têm demonstrado grande futebol.

Se tivesses que viver num país por causa do seu futebol qual seria? Porquê?

Para mim, não há margem para dúvidas sequer: Inglaterra. Sou adepto fervoroso do futebol lá praticado. Quer nas divisões principais até às menos conhecidas. O nível competitivo é sempre alto e o ritmo de jogo frenético. O resultado pode sofrer alterações até ao último segundo, o que não costumo acontecer em muitas ligas: o resultado fica fixado cedo e tão bem a equipa superior na partida. Em Inglaterra, estão sempre as duas a lutar até ao fim, e isso cativa-me. Para além de que os jogos quase nunca são aborrecidos.

Mourinho uma vez disse 'quem só percebe de futebol não percebe nada de futebol'. Desenvolve a afirmação.

Frase um pouco abstracta. Cada um a interpreta como interpretar. Pessoalmente acho que essa afirmação demonstra que para se ser entender futebol, é preciso ter conhecimento de uma série de muitos outros factores. E está bem afirmado.

Inspirações e ídolos no mundo do futebol.

Como me gosto de identificar em inúmeros sítios de Internet, tenho o avançado que atualmente representa o Atlético de Madrid Radamel Falcao como ídolo. Também gosto de jogadores como Van Persie, João Moutinho, Rosicky e Wilshere. Visto que costumo jogar a guarda-redes, tenho como inspiração o Van der Saar e Helton.

Tens planos em relação ao futebol, a curto ou longo prazo?

Não. Mas ainda há pouco tempo não ligava quase nada a futebol. Jogava por vezes com amigos, mas nada de especial. Mas de facto comecei a aprender muito mais desde que me aventurei mais nessa área. Adquiri bastante conhecimento relativo ao futebol, e até gosto de discutir sobre o assunto, dar a minha opinião. De jogar gostei sempre. Mas a nível profissional, ou para fazer do futebol a minha vida, não tenho planos.

Jogo que te ficou na memória e que te marcou.


Muitos jogos me marcaram. Mas talvez os que nunca esquecerei serão o Portugal x Grécia, a contar para o Euro'2004; o Porto x Mónaco; o Sporting x Benfica para a Taça de Portugal, em que os leões venceram por 5-3 e o Porto x Braga, que marcou a conquista da Liga Europa por parte do Porto.

Dá uma opinião sobre o blog.

Acho que o blog está muito bem estruturado, uma rubrica ou outra de qualidade ajuda o site a ficar impecável, e depois a opinião do excelente comentador Luís é sempre agradável de ler. Está excelente sim senhor. Continuação de um bom trabalho!

0 comentários

Postar um comentário